quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

O Conservador e o Transformador




O Conservador e o Transformador


No Egito Antigo, o Coração era o órgão principal.
O Objetivo era Maat, a Verdade, simbolizada pelo ieroglifo de uma Só Pena - se a figura
de mulher, tinha Duas Penas na cabeça, era a imagem
da Rainha Nefertari, esposa de um dos faraós Ramsés -
porque, Ramsés deu honras de deusa à sua mulher.

Na India, o Lingam (órgão sexual masculino), era o símbolo do deus Shiva, representado às vezes só, ladeado pelas Forças Ida e Pingala, porque, a medida que a Kundalini parte do chackra muladhara, percorrendo a coluna vertebral pela Sumshuna, para os chackras ao alto, Ida e Pingala, como as serpentes do caduceu de Hermes, vão ativando os chackras na passagem de Kundalini.
Às vezes, o Lingam é representado dentro do Yone, o útero com o canal da servix.

O Coração, único órgão que ficava no corpo embalsamado para múmia, os outros, iam cada um para seu vaso canópio, cuja tampa tinha a cabeça de um animal responsavel por aquele órgão.
O Coração, Hati, subconsciente e Ib, evolutivo, pode ter passado para a Igreja Católica, como o Sagrado Coração de Jesus e Sagrado Coração de Maria, pois, a familia de Jesus, fugiu para o Egito, de Herodes o Governador da Judéia, que queria matar o menino Jesus.
No Egito, Jesus entrou em contato com Organizações Esotéricas e Gnosticas, que identificando o menino como um Cristo, começaram a ampara-lo na sua missão na Terra.
Jesus, estava como na India se identifica, o Zelador pela Obra de Deus, ramo do deus Vishnu, de onde provêm os Budas e todos aqueels que Protegem a Obra do Criador, Brahma.
Para a côrte do deus Vishnu, o Conservador, o Foco, era Maat, a Verdade; e, como o Tetrarca da Judéia, perguntou à Jesus:
- O que é a Verdade?
Jesus não respondeu.
Sim, o que é a Verdade? A Existencia é dividida em Bem e Mal. O Bem não existiria, se não houvesse o Mal. A Verdade pode estar Além do Bem e do Mal, duas caracteristicas
à que nos acostumamos para definir a Vida.
Mas, e Além do Bem e do Mal? - Existem a Piedade, a Misericordia, e Maat, a Verdade:
- a Verdade, não tem nada a ver com o socorro para a Dor, o Sofrimento?
Para os Egipcios, Maat era a Suprema Lei. Era o Supremo Tudo. E o que é Isso?

O Transformador.
O deus Shiva, adorado como o Dançarino Cósmico, porque, a Dança significa Movimento,
e Shiva é um perpetuo movimento, porque ele trás numa das mãos o pequeno tambor, Damaru, simbolo do rítmo no Cosmo, como a pressão sanguínea e todo o latejar que existe, na Vida, tem o Lingam como símbolo.
Lingam, é a fecundidade - a semente. O que é a Semente, a Geração, no que chamamos
Deus Criador? Brahma?
Deus Gera, ou Ele é o Perpetuo Gerador? Aquele que se Auto Gera?
Deus e Vida, é a mesma coisa. O que existe além da Existencia? E o que é a Existencia?
No livro, a Autobiografia de Paramahansa Yogananda, Babaji, o Yogue Cristico do Himalaia, cria um palácio riquissimo para o yogue Lahiri Mahasaia, pois Lahiri tinha um desejo secreto, proveniente de encarnações passadas, de um palácio. Babaji aparece para Lahiri no Palacio, caminhando numa sala riquissima e se senta num trono. Babaji
tinha o poder de criar, de fazer existir, dele mesmo usar do que criara. Que energia ou vibração ele "sabia" usar para "criar"? O Lingam é um cetro na mão do Criador. O Lingam é a ordem: Exista ou Desapareça.
Nos humanos, os Olhos são a identificação. O corpo humano, todo, se identifica com a Criação - um homem, nos USA, cego, pressente um objeto e se desvia dele. A barata é cega, no entanto, sabe se defender.
A mônada identifica mais que o humano. O animal identifica o que para o humano é diferente, e o humano identificará o que para a mônada é outra coisa. Tudo se Transforma. Se transforma de acordo com a Infinita Transformação - e a Transformação,
Existe?

Um comentário:

superior disse...

Some of the content is very worthy of my drawing, I like your information!
costume jewelry