sábado, 26 de maio de 2007




OS DEUSES


A ultrapassagem do homem no dominio dos deuses
dá-se por um passo, para ele o mais profundo, o mais
doloroso.
As vezes, a humilhação injusta num cárcere.
A suprema humilhaçào, torna o homem despido de
qualquer reminiscencia que lhe poderia atar à vida
comum dos mortais.
O supremo martírio.
A suprema enfermidade.
Os deuses trazem essa passagem disfarçada nos
toques mais negros - e deixam que o clarão da
Iluminaçào exploda em sua alma, tornando-a similar
aos deuses, fazendo-a compreender o segredo de
suas moradas, o segredo de sua convivencia.
Mesmo que as vezes pareça que a Luz se restrinja
no contato com a habitação da Terra, ela não se
apaga - foi apenas uma variação naquele que conseguiu
a suprema Iluminação: ela volta a resplandecer em todo
seu esplendor. O homem agora faz parte dos deuses
e ele tem dois reinados: o da convivencia com a Terra,
que naquele em que nasce a semente deística não se
ofusca nem um raio em sua fabulosa estrela - e o
habitat dos deuses com que ele pode conviver
simultaneamente.
Toda essa vivência escapa ao nosso tato mas ela não
precisa do testemunho do homem para SER.

Um comentário:

Biby Cletus disse...

Cool blog, i just randomly surfed in, but it sure was worth my time, will be back

Deep Regards from the other side of the Moon

Biby Cletus